(11) 3326-3140 | (11) 3228-3377

Se você tem uma empresa e precisa inserir telas de proteção de modo a evitar possíveis acidentes de trabalho e garantir a integridade física dos trabalhadores, a implementação das telas de proteção para NR12 TECIAM é a melhor escolha.

Só para relembrar, a norma regulamentadora número 12 ou NR-12 é uma norma de regras que definem referências técnicas, princípios fundamentais e medidas de proteção para garantir a saúde e integridade física dos trabalhadores. Sendo assim, estabelece requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto, utilização de máquinas e equipamentos de todos os tipos.

Caso você queira saber mais sobre o tema você pode conferir no nosso blog um conteúdo sobre o assunto, ou se preferir saiba todas as especificações técnicas.

Entretanto, há dúvidas sobre como adquirir a tela de proteção para a empresa, por isso disponibilizamos as instruções fundamentais para o processo, de modo a aperfeiçoar a proteção de tela do seu negócio. Vamos conferir?

Quais procedimentos adotar para adequar máquinas e equipamentos à NR 12?
Para se adequar às exigências da NR 12 e evitar que o Ministério do Trabalho, imponha uma multa alta devido ao não descumprimento da norma de proteção, é preciso obter e manter sempre atualizados os seguintes documentos a fim de evitar possíveis problemas:

1) Inventário de máquinas
O inventário NR12 é um documento técnico feito por profissionais altamente habilitados e capacitados perante a legislação. A inserção do inventário é importante, já que visa informar no documento um panorama geral de todas as máquinas existentes no canteiro, sendo assim classifica e priorizar ações para reduzir riscos, conforme exige a NR 12. Além disso, o documento serve também para demonstrar atendimento à NR 12 quando da fiscalização do Ministério do Trabalho.

No documento do inventário deve listar todas as máquinas existentes no canteiro de obras, incluindo as seguintes informações:
• Identificação da máquina e equipamento;
• Planta baixa ou disposição da empresa com alocação das máquinas por setor;
• Descrição geral (tipo, fabricante, modelo, características);
• Capacidade, produtividade, tempo de operação por dia, operadores envolvidos;
• Diagnóstico com relação à NR 12 (sistema de segurança);
• Ações e recomendações necessárias
• Recursos financeiros para a adequação;

2) Planta baixa
É uma representação em forma de mapa que deve indicar o local exato da posição que a máquina está no canteiro da empresa. Neste mesmo documento, você pode incrementar algumas informações como posição dos operadores, fluxo de processos, produtividade ou até mesmo variações ferramentais.

É importante para auditorias, fiscalização e também para agilizar resgates no caso de acidentes, auxiliando no trabalho do SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho).

3) Análise de risco
Este é o documento mais importante para atender às exigências da NR 12. Através dele, é possível analisar quais são as áreas de risco, é um mapeamento de riscos inerentes a cada máquina. Após mapear e colocar no papel as informações é possível analisar como reduzi-los.

Para executar a Análise de Risco devemos utilizar Norma Brasileira NBR ISSO 12100:2013 que é a norma sobre Segurança de máquinas – Princípios gerais de projeto e Apreciação e redução de riscos, e também a norma internacional ISO/TR 14121-2:2012

4) Diagnóstico
Esse documento está interligado com a análise de risco, com todos os pontos que estão atendendo ou não a NR12 e também aos itens que não se aplicam. Deverá conter no mínimo o item da NR12 correspondente, uma evidência e o diagnóstico.

É como se fosse um ‘checklist’ básico contendo o item da norma que atua sobre o equipamento, a evidência de cumprimento à NR 12 e a conclusão. Assim, enquanto a Análise de Risco aponta os riscos existentes e as ações para a sua redução, o Diagnóstico indica se os critérios descritos na NR 12 estão a ser atendidos.

5) Plano de ação
Apesar de não ser um item de obrigatoriedade exigido pela norma, este documento apontará as ações de origem da análise de risco e do diagnóstico, por isso você deve se atentar em responder as seguintes perguntas:

• O que deve ser feito para atender às exigências da NR 12?
• Como fazer as adequações necessárias?
• Quem executará os procedimentos de adequação à NR 12?
• Quando os procedimentos serão feitos e concluídos?
• Quanto em recursos financeiros e humanos é necessário para atender o que foi exigido?

6) Manual de operação e manutenção
O manual seria um documento com todas as informações e especificações para o entendimento do manuseio correto da máquina. É um documento não só exigido pela norma da NR12, mas pelo código de defesa do consumidor. Além disso, o documento deve estar em português.

 

O que acharam do conteúdo? Deixe aqui em baixo o seu comentário! 🙂